Alimentação infantil: por que não oferecer açúcar para crianças menores de 2 anos? – por: Dra. Carolina Assumpção – Endocrinologia Pediátrica

Alimentação infantil: por que não oferecer açúcar para crianças menores de 2 anos? - por: Dra. Carolina Assumpção - Endocrinologia Pediátrica

Que mãe nunca ouviu essa frase: “que frescura, na minha época comia tudo isso e não teve nenhum problema” ou “coitadinho nem pode comer isso!!”? Ressalto que isso não é questão de “frescura” ou “cuidado excessivo” e, sim, por sermos responsáveis por uma formação de hábitos alimentares saudáveis.

Segundo a OMS e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), não devemos oferecer açúcar antes dos dois anos de idade. Durante essa fase, ocorre a formação do paladar e a introdução dos hábitos alimentares, que serão levados por toda a vida.

O consumo de alimentos doces influencia negativamente nesse processo, fazendo com que a criança tenha preferência por alimentos adocicados e dificuldade na aceitação de legumes, verduras e outros alimentos saudáveis menos palatáveis.

Sabe-se ainda que o consumo precoce de açúcar aumenta a chance de sobrepeso e obesidade ainda na infância e na vida adulta, podendo levar a complicações cardiovasculares e doenças crônicas, como o diabetes e.

Vale destacar que o ingrediente pode estar “mascarado” nos rótulos dos alimentos ultraprocessados, como achocolatados, cereais matinais, gelatina em pó com sabor, mingaus instantâneos preparados com farinhas de cereais (de arroz, milho e outros) e composto lácteo. Geralmente, as substâncias usadas para substituir são: mel, melado, frutose, maltodextrina, sacarose, xarope de glicose e xarope de milho, além de adoçantes, já que os efeitos no organismo infantil ainda não são conhecidos. É preciso ler e ficar de olho nos rótulos dos alimentos. Além disso, observe a ordem colocada no rótulo: o primeiro da lista é sempre o mais abundante.

Após os dois anos, a Associação Americana do Coração recomenda o consumo de até 25 gramas de açúcar por dia. Essa dose corresponde apenas à tolerância do açúcar de adição, presente em diversos itens do cotidiano. Fique de olho e converse com um especialista!

 

A Dra. Carolina Assumpção atende aqui no Centro Integrado Bella toda quarta-feira, a partir das 12h30. Para agendar uma consulta, entre em contato pelos telefones 2530-4779/2537-8980/99140-7211 (WhatsApp).

 

share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mensagem enviada com sucesso!



Atividades FísicasCursosConsultasConvêniosOutros

[recaptcha]